Discurso


02/02/2009

 

Discurso do Vereador Biléo Soares na eleição da Mesa Diretora da Câmara Municipal

 

SR. VEREADOR GILBERTO CELESTINO BRASIO BILÉO SOARES (PSDB):

Senhor presidente, Srs. Vereadores, distinto e seleto público presente, sempre deputado federal Salvador Zimbaldi, minha família querida aqui presente, meus filhos, minha esposa, minha mãe, minha sogra.
Companheiros do PSDB, eu quero dizer que é uma grande satisfação falar em nome da Bancada do PSDB. Foram 12 anos para que eu voltasse à Câmara, e voltasse para defender a minha terra, a terra que me deu uma família maravilhosa, me deu amigos maravilhosos, me deu estudo e me dá, novamente, a oportunidade de servi-la.
Esta cidade, pólo catalisador, pólo econômico e financeiro, pólo aglutinador cresceu, virou uma metrópole. Campinas de tantas figuras proeminentes que Tonico, nosso Carlos Gomes, vaticinara há muitos anos como a terra do progresso, do povo culto, civilizado e de vanguarda, que sempre esteve na vanguarda dos grandes acontecimentos do nosso País.
A Abolição da Escravatura, a luta contra a febre amarela, a redemocratização do País, eleições direitas, o impeachment contra o ex-presidente Collor de Mello, a luta pela anistia ampla geral e irrestrita, Campinas sempre soa a bandeira da ética, da decência e da dignidade, e é esta cidade que quero representar novamente.
Nos momentos conturbados e nebulosos, com a crise se avizinhando, o político tem que dar o exemplo. O político tem que dar o exemplo por quê? Porque o povo, a comunidade merece respeito e o político íntegro, responsável tem de estar em sintonia com os anseios do nosso povo de Campinas. Vamos defender as políticas públicas que vão nos orientar nas nossas ações legislativas. Não vamos nos desviar do nosso caminho assumido em praça pública, de lutar pelo bem-estar de nossa comunidade.
A Câmara Municipal, por excelência, é o núcleo político mais permeável aos argumentos do povo. No âmbito desse Legislativo convivem, pacificamente, o rico e o pobre, o empresário e o empregado, o homem e a mulher. Toda a coloração política, todas as matizes políticas convivem aqui nesse Legislativo. E por quê? Porque aqui se faz política, mas tem que se fazer política, como dizia João Ubaldo Ribeiro, “como um encaminhamento de nossos interesses para a formulação de decisões”. Política como vocação, ela é nobre enquanto vocação, preconizando a democracia, direito natural do cidadão se expressar o seu desejo livremente.
Este é o Parlamento que nós queremos; o Parlamento que vai pulsar e brotar com o princípio do contraditório. O PSDB será oposição, mas uma oposição responsável, construtiva, a favor desta nossa terra. E não uma oposição vegetal e mansa, mas também não uma oposição raivosa, odiosa, burra, cega e canina.
O PSDB quer discutir todas as questões, mostrar para o prefeito os seus erros e, eventualmente, ser convencido dos acertos. É esse o novo PSDB que quer participar, que quer buscar daqui dois anos os nossos deputados estaduais e federais e quer voltar à Prefeitura. Por isso haveremos de fazer política aqui.
E para terminar, senhor presidente, quero agradecer a Deus por esse momento sublime na democracia da gestão da virtude. Passei momentos difíceis na minha vida, hoje, sou vereador. Quanto mais se avança na escuridão da noite, mais se aproxima o clarão da manhã. Chegou o dia da nossa volta. Chegou o dia de todos nós vereadores nos curvarmos a esse povo inteligente de Campinas. Haveremos assim de realizar seus sonhos, buscando solidariedade e fraternidade para uma Campinas mais justa, e uma Campinas dos nossos corações.
Obrigado companheiros e vamos à luta.

 

Copyright (c) 2009 - www.bileosoares.com.br - Todos os direitos reservados