Discursos

Sociedade Hípica de Campinas

11/12/2009

 

Ata da reunião ordinária do Conselho Deliberativo

 

Em seguida, foi passada a palavra ao Conselheiro Gilberto Celestino Brasio Biléo Soares:

“Senhor presidente eleito do Conselho Deliberativo Saulo, meus cumprimentos nesse dia e também cumprimento o Primeiro Secretário Marcílio e também meu amigo e companheiro Marcelo Silva. Gostaria também de aproveitar esse momento e cumprimentar o presidente eleito e seus vices Márcio e Homar, três jovens briosos, criados aqui na Hípica desde tenra idade, que só fazem com que os nossos corações hoje batam mais fortes; é um orgulho tê-los no comando do clube. Membros do Conselho Fiscal, cujo eleito César Cardoso seguramente terá dinamismo e fará um trabalho de conteúdo e de muita seriedade com os demais membros deste Conselho. Senhores sempre presidentes, aqueles que aqui estão hoje na esteira dos bons trabalhos realizados pelos senhores que a Hípica tem essa grandeza de ser um clube dos mais valorizados e um exemplo de dignidade, moralidade, ética, decência, seriedade de propósitos. Parabéns. Senhores fundadores, aquele que aqui está hoje, Professor Darcy, meu amigo, aqueles outros que não estão mais aqui, meu avô João Brasio, fundador 53, Sérgio de Orlando Pupo Nogueira, fundador deste clube, colunas da fundação desta comunidade, desta sociedade. Lembro também o Presidente Guilano que tanto fez por essa sociedade. Me passa momentos de reflexões, uma tempestade de idéias, um vendaval de emoções e sentimentos nesse momento. Carlos Gomes vaticinara há mais de 100 anos que Campinas através de um hino com letra de Carlos Gomes, seria a cidade do progresso, que o progresso fosse a nossa divisa e acho que apontava que a menina dos olhos que ia saltar aos olhos nessa Campinas pujante, culta, progressista e de vanguarda seria a nossa comunidade. E a Hípica na verdade cresceu, devagar, com as mãos limpas, e hoje é o clube dos mais diferenciados deste país. Tivemos no dia 5 de dezembro a eleição do comando do clube, a audácia, a coragem, o amor, a ternura e o carinho ao clube foram elementos essenciais da poesia em que vivemos naquele momento. Elegemos um Conselho, que a caixa de ressonância dos desejos, das reivindicações de nossa sociedade. Neste Conselho nós temos os natos para falar ao vento bastam palavras, mas para falar ao coração são necessário obras, dizia Padre Vieira, e vocês são retrato vivos dessas obras. Os fundadores, por felicidade nossa tem um fundador aqui hoje, que faz parte desse concerto maravilhoso de pessoas que amam a Hípica, os Conselheiros perfazendo um mosaico de distintas, diversas e várias cores, os jovens, os adultos, os da melhor idade, e, permeando tudo isso, as mulheres. Todos aqui estamos, não há vencidos e vencedores, vence a Sociedade Hípica de Campinas, uma comunidade não se faz com coisas materiais, uma comunidade se faz com idéias, ideais e esperanças partilhadas, a marca presente de uma coisa inteligente é poder fazer o nosso pensamento voar, abrir horizontes, tornar luminoso mais o mundo, sugerir alternativas e abrir caminhos novos. Padre Vieira dizia, também como Santo Agostinho: “nós queremos as coisas comuns, temos os mesmos sonhos”, porque se os indivíduos são assim, a comunidade também é assim, e nós temos o sonho da Hípica maior, da Hípica pujante, mais forte, quero fazer um testemunho pessoal, data vênia, com a licença de todos vocês. Hoje fazia no Centro Oncológico de Campinas a minha primeira sessão de radioterapia, e, quando pensei naquele momento, congelei e fotografei algumas imagens que vieram logo a minha cabeça “aonde eu encontro forças?”. O elenco, o filme começou a se revelar dentro do meu coração e primeiro em Deus, segundo na minha família, a Ritinha, meus filhos, Gilberto, Giovana, Mariana, minha mãe, meus irmãos, terceiro graças a vocês, desenvolver firmemente, conciliando a minha atividade com ética e decência a minha vocação na Câmara Municipal, mas, em seguida, veio a imagem deste Conselho repleto, repleto de vida, repleto de fraternidade, consagrado com a solidariedade, se todos nós ganhamos a eleição,  eu, com a ajuda de vocês, tive o combustível dessa solidariedade que está me dando vida para continuar o meu caminho, aqui temos famílias, é um clube de família, a dupla pai e filho, Dr. Urbano, o Márcio, o Neto, o Marcelo, Tuti e Tuca, Marcílio e Daniel, está faltando mais uma dupla que tem? Arthur e Abelardo. E penso que é um momento ímpar, singular para todos vocês e para todos nós, que é o clube da família. Me lembro do meu pai, ele não está mais aqui, mas fui parceiro dele em muitas empreitadas, em muitas eleições no Tênis Clube de Campinas, então aproveitem esse momento de troca de sutilezas, de discussão política, cresçam para o melhor. Por essas e outras, amigas e amigos, gostaria de encerrar, dizendo, Pedro, que eu aprendi ao longo da jornada, você tem um coração generoso, cuja alma é de um guerreiro, um guerreiro que, como dizia Gandhi: “A vida cresce devagar e o tempo default” e hoje estamos colhendo uma vitória consagradora de um menino da Sociedade Hípica de Campinas. Jacques Maritain: “quando a gente eleva a discussão, nós nos encontramos”, e todos nós aqui hoje nos encontramos no amor à Sociedade Hípica de Campinas. Muito obrigado, amigos”.

Ato contínuo o conselheiro Eduardo José Pereira Coelho, explanou: “Muito boa noite a todos e a todas. Eu agradeço ao Pedro, em primeiro lugar, por ter me chamado. Parabéns Biléo, você emociona todos nós, acho que falo em nome de todos o quanto significa para nós a sua presença, a sua alma e a sua vitalidade, que a gente espera que perdure por muitos anos.

Queria agradecer ao Pedro por ter me incluído na sua chapa, fiz isso com muito prazer quando ele me convidou e gostaria de dizer que todos nós assinamos assim nos comprometendo a apoiar você neste Conselho, mas a gente não fez isso pró-forma, só porque faz parte de uma formalidade que é necessária para mostrar a lealdade das pessoas em relação àquele que encabeça uma chapa, nós fizemos isso sabendo que você vai ser um belo presidente desse clube, você sabe resgatar a história do passado, porque dele participou e sabe ser uma pessoa fiel a tudo o quanto fizeram esses ex-presidentes que estão aqui e outros que não estão, porque sabe a importância de tempos que foram tão importantes para o clube. Eu me lembro quando eu fui estudar fora na cidade de São Carlos e depois eu voltei para Campinas, a primeira coisa que eu fiz foi comprar o título da Hípica porque eu falei: “é a coisa mais importante para mim, para minha família” e eu fiz muito bem, não me arrependo jamais de ter feito isso por poder ter a chance de estar ao lado de pessoas como vocês, de praticar o esporte, de ter filhos participando e ter neto participando, porque esse clube tem uma riqueza que não está no seu aspecto físico, está no relacionamento que ele proporciona para as pessoas. Todo mundo aqui aprende coisas. Como eu aprendi, quando eu fui reitor da PUCC, aprendi muito com aquele senhor que está ali do lado, porque é uma pessoa que quando achei que sabia muita coisa, eu pude perceber que eu não sabia nada, e hoje eu continuo sabendo que eu não sei nada, porque a cada dia que passa a gente fica do lado de gente mais e que nos ensina tanta coisa. Mas eu me lembro quando o Pedro era meu aluno na Faculdade de Engenharia da PUCC, a gente já percebia a vitalidade a energia a vontade de ser alguém. Assim, quando você dá aula você fica olhando as coisas, você se esmera para dar uma boa aula, mas você fica olhando os alunos para perceber ali quem são aqueles que no futuro podem assumir uma posição importante.

Então eu queria dizer a você duas coisas: primeiro, que a gente conseguiu de alguma forma projetar para o futuro aquilo que está acontecendo hoje, e, em segundo lugar, parabenizar você pela sua sabedoria, porque você tinha muita vontade - Biléo e eu sempre falamos isso - quem não pede voto não merece ser votado, e você tem pedido voto faz tempo, então você merece ser votado.

Então, Pedro, eu queria dizer que nas eleições anteriores você já tinha apoio de muita gente, quis montar chapa, mas você teve a sabedoria de esperar, e isso foi muito importante porque mostra para os jovens que aqui estão, para aqueles que realmente querem ser no futuro alguma no clube, que de fato além da posição importante que exercem hoje como Conselheiros, que podem chegar a assumir as posições diretivas, porque esse clube aqui tem dono, que é de toda coletividade. E importante você ter colocado para nós que você é da era da comunicação, porque todo presidente jovem sabe que ele precisa informar a todos daquilo que são os passos que o clube vai se posicionar, porque nós precisamos colocar tudo na internet, abrir com ética, transparência tudo o que vai ser feito e consultar as pessoas à respeito desta ou daquela realização. O primeiro ponto importante é manter o clube, respeitar o seu passado e, de outro lado, dinamizar o clube, porque ele não pode ficar do jeito que está, senão estaremos de alguma forma achando que está tudo bem e que não precisamos fazer nada para o futuro. Então dentro desse dinamismo consultar as pessoas, conversar muito - como você faz -, é muito importante, e você está do lado de uma diretoria executiva de gente muito boa e de um Conselho também eleito por aclamação por serem pessoas também exemplares. Nesses últimos três anos fiz parte do Conselho Fiscal, lá são cinco pessoas, tive a honra de trabalhar com Arthur Monteiro, que é um excepcional presidente, uma pessoa muito boa, competente, estive também com William, a Dionísia, pessoas que ajudaram muito e, nós abrimos a contabilidade para todo mundo compreender os passos do clube, a sua saúde financeira, suas dificuldades, e mostrar que os caminhos que vão ser seguidos têm que ter um suporte financeiro adequado. Mas hoje aqui com mais gente eu fico mais feliz de participar do Conselho Deliberativo, porque as conversações são mais amplas, eu fico mais por dentro da vitalidade do clube. Então, muito obrigado pela confiança de vocês, desejo a cada um dos membros eleitos, ao Pedro, que você seja muito feliz, eu tenho certeza que tanto quanto eu muitos estão aqui para ajudá-lo a fazer um bom trabalho. Boa noite, muito obrigado”

A seguir o próximo Conselheiro inscrito Sr. Gilberto Delamain Pupo Nogueira, fez uso da palavra: “Tarefa difícil falar depois do Coelho falou e do Biléo que deu um show, sempre maravilhoso.

Copyright (c) 2009 - www.bileosoares.com.br - Todos os direitos reservados