Discurso


23/11/2009

 

71a Reunião Ordinária, realizada aos 23 de novembro de 2009

 

SR. VEREADOR GILBERTO BILÉO SOARES (PSDB): Boa noite, Sr. Presidente Vereador Valdir Terrazan, Srs. Vereadores, distinto e seleto grupo presente aqui na galeria da Câmara Municipal de Campinas, telespectadores que nos assistem agora pela TV Câmara.
Eu quero dizer quando eu venho aqui falar, eu vou falar por cinco minutos, eu vou continuar esse discurso no Grande Expediente, eu falo pela minha história de vida, pela história dos 235 anos de cidade. E falo pelo meu Partido, falo pela minha Bancada, falo pelos finados e queridos Mário Covas, Edvaldo Orsi, Magalhães Teixeira, Franco Montoro.
E queria dizer um pouco sobre todo esse processo que eu acho está trazendo até certo ponto, Vereador Artur Orsi, um oxigênio para a nossa Câmara Municipal, porque nós somos adeptos do pluralismo partidário, então surgiu um novo bloco, eu acho que isso é importante, é fundamental.
Nós, do PSDB, gostamos do debate, gostamos da discussão política, nós não gostamos de pirotecnia e nem de qualquer tipo de artifício e artimanha política, gostamos do debate, debate em foco e discutir política. E nós temos uma posição clara, que foi realçada, destacada, registrada e sublinhada aqui na primeira reunião. Nós fazemos uma oposição responsável a favor de Campinas.
Então, nós do PSDB votamos com a nossa consciência, com as nossas propostas, com o nosso programa e com os altos relevantes interesses da nossa cidade e da nossa comunidade.
Por isso, nós temos essa oposição, que não é sistemática, mas também não uma oposição vegetativa, é uma oposição que trabalha, que conversa. E por essas e outras eu quero dizer que nós vivemos um momento muito interessante aqui no Parlamento, aonde existe um novo bloco, o G11, que vem mexer um pouco com toda essa estrutura, com essa questão, com essa dicotomia de sim e não e etc., para a gente buscar outras alternativas que possam levar Campinas a ter melhores encaminhamentos.
E, na verdade, quando a gente fala e a gente assume posições. Essa é a nossa posição, a gente crê na palavra, a gente crê no regime democrático, a gente crê no Parlamento, a gente crê na liberdade, a gente crê na palavra ainda que às vezes viril e injusta, mas a gente acredita na força do debate, na força do diálogo, na busca de nossas convergências, Vereador Artur Orsi. Por isso, a nossa posição política é clara, retilínea, transparente, tranquila, de realmente fazer o melhor para a nossa cidade de Campinas.
Então o PSDB está entrincheirado está a postos da defesa de vida do munícipe de Campinas, por isso eu quero dizer que nós estaremos aqui para estarmos sintonizados em consonância com o debate. O progressista não tem receio, não tem medo do debate, porque o debate só eleva.
Quanto a gente eleva a discussão política, dizia Jacques Maritan, Vereador Dário G. Saadi, a gente se encontra. Então, eu acho que é um momento muito importante de nós pensarmos na qualidade do debate que nós estamos levando e respeitarmos todos os grupos, a situação, a oposição, o grupo que nasce agora, que pulsa é brota agora, o G11. Quer dizer esse é o caminho que nós temos que ter nesta Casa doravante.
Portanto, senhoras e senhores, e em nome dos meus Vereadores, Vereador Artur Orsi, Vereador Valdir Terrazan, do Bloco PV/PSDB, eu quero dizer que a nossa posição é tranquila de sempre colaborar com a cidade e sempre estar a favor do debate, a favor da democracia, a favor da dignidade, a favor da ética, da decência e da seriedade de propósitos da política. Por isso temos um posição clara e estamos aqui para o debate e para solucionar e buscar realmente o melhor encaminhamento para Campinas.
Muito obrigado.
[palmas]

SR. VEREADOR GILBERTO BILÉO SOARES (PSDB): Sr. Presidente, Srs. Vereadores, senhoras e senhores aqui hoje presentes, na Câmara Municipal de Campinas.
Eu ia abrir mão do meu tempo, mas fiquei sensibilizado com a fala, Srs. Vereadores, do Vereador Antonio F. Santos (O Politizador) e do Vereador Jairson V. dos Anjos (Canário), no que diz respeito à participação deles aqui na Câmara Municipal.
Vocês dois, eu posso afirmar com toda a convicção da minha alma, são a prova cabal Vereador Jairson V. dos Anjos (Canário) e Vereador Antonio F. Santos (O Politizador), cabal e inequívoca que nós temos duas pessoas que viveram muitos anos marginalizados, excluídos e que hoje deram certo, esta Casa sem a presença de vocês não teria seguramente a face, o rosto, a cara de Campinas.
Eu acompanho há algum tempo a luta do Vereador Jairson V. dos Anjos (Canário), um instrumento de ferramenta dos moradores, de origem simples lá da região ao Oziel e acompanho também o Vereador Antonio F. Santos (O Politizador), pela sua labuta no centro da cidade.
Quero fazer um testemunho, Vereadores, que quando uma vez fui visitar o Vereador Antonio F. Santos (O Politizador), preocupado com essa situação de analfabeto, semi-analfabeta, não mais do que das contas, tantas palavras assacadas contra um homem de reputação ilibada, fui lá conversar com o Vereador. E pedi para o Vereador ler um documento, e o Vereador começou a tirar dos bolsos alguns óculos de farmácia, eu fiquei preocupado com isso. E pedimos lá para chamar a enfermeira e o Vereador registrou a sua glicemia, tinha 602 de glicemia.
Por conta disso, eu quero fazer um testemunho, que o Vereador tinha dificuldades da proferir uma leitura, de fazer uma leitura. Ele poderia cair duro aqui e morrer com 602, 650 e tal, começou felizmente daquele momento em diante começou, Cida, a se tratar, procurou o endocrinologista, felizmente a diabetes está sob controle, procurou o oftalmologista, usa óculos, vem aqui e lê, ele é a cara da Campinas, é uma homem simples que viveu 40 anos excluído, como o Vereador Jairson V. dos Anjos (Canário).
Estive com ele em Brasília, quando ele foi em Brasília. Sei das dificuldades do Vereador Antonio Francisco e sei das dificuldades do Vereador Canário. Então, não basta só ter diploma não, precisa ter moral, caráter, ética e esses dois Vereadores têm.
Eu venho hoje à Tribuna para registrar em alto e bom som, a honra, a súbita honra de ter dois Vereadores, da estirpe, do caráter, da vontade de aço e do caráter de ferro, desses dois Vereadores, homens de origem simples, mas homens preparados, sintonizados com os anseios do nosso povo, ferramentas da vontade de cada de um nós e que faz na verdade esse mosaico, que é Câmara de Vereadores. Esse mosaico, que tinha que ter duas figuras tão especiais que, quando falam, provocam realmente muita emoção, um vendaval de sentimentos que faz brotar no coração das pessoas e em exemplo a serem seguidos.

SR. VEREADOR JOSIAS LECH (PT): Um aparte, Sr. Vereador.

SR. VEREADOR GILBERTO BILÉO SOARES (PSDB): A palmilhar em estradas do bem. São dois Vereadores do bem, que eu aqui me rendo e me curvo a vocês. Nada adiantaria ter formação na França, na Inglaterra, no Japão, em qualquer lugar desse mundo, se não tivesse a sensibilidade que os senhores têm e que os senhores tem demonstrado aqui na Câmara.
Então contem comigo, porque basta essa história de preconceito, vamos consagrar as diferenças, porque nas diferenças é que nós haveremos de buscar nossas convergências para uma cidade melhor.
Com a palavra o Vereador Josias Lech.

SR. VEREADOR JOSIAS LECH (PT): Vereador Gilberto Biléo Soares, eu agradeço o aparte e enalteço a sua fala dizendo que teria que ser exatamente V. Exa. para fazer essa fala. Pela eloquência, pelo sentido e pelo sentimento que V. Exa. está dando exatamente falando do tema sentimento.
Eu acho que os dois nobres Vereadores, que V. Exa. faz referência, Vereador Antonio F. Santos (O Politizador), Vereador Jairson V. dos Anjos (Canário), representam um sentimento, representam o ideal, que extrapola inclusive eventuais problemas, como V. Exa. Vereador Antonio F. Santos (O Politizador) falava, eventuais criticas sobre o português, sobre o jeito de colocar as palavras.
Eu quero registrar aqui, tal como o Vereador Gilberto Biléo Soares está fazendo, eu quero registrar também aqui não só o meu apoio mas a minha indignação quando vejo criticas messe sentido, porque aqui o que vale e temos que valorizar acima de tudo é o sentimento colocados naqueles microfone e colocados na ação parlamentar, porque é o sentimento que V. Exas. trazem aqui para dentro da Câmara representando vossos eleitores e muito mais do que vossos eleitores, muito mais. Pessoas que, eventualmente, não votaram em V. Exas., certamente, se sentem representados pelo sentido que V. Exas., trazem aqui para a Casa.
Agradeço a oportunidade, Vereador Gilberto Biléo Soares.

SR. VEREADOR GILBERTO BILÉO SOARES (PSDB): Obrigado, Vereador, parabéns pela vitória ontem.

SR. VEREADOR JAIRSON V. DOS ANJOS (CANÁRIO) (PT): Um aparte, nobre Vereador.

SR. VEREADOR GILBERTO BILÉO SOARES (PSDB): Pois não, é uma honra.

SR. VEREADOR JAIRSON V. DOS ANJOS (CANÁRIO) (PT): Eu me alegro muito e agradeço a Deus também por ter te conhecido, porque os seus gestos e suas palavras nos fortalece para essa dura missão que a gente veio representar aqui na Câmara de Vereadores, que é ser Vereador nessa cidade. Então palavras como essas nos alimentam.
Esses dias atrás eu até conversei com os companheiros, que estava muito difícil. Um dia o Thiago falou isso para mim, o Rivail falou para mim que ele chegou nos primeiros meses de governo, que ele chegou para o pai dele e falou: “Pai, eu não quero mais”.
Eu confesso para o senhor que eu estava no meu carro decidido a não ser mais Vereador na cidade de Campinas, porque o sonho, uma boa parte do sonho da gente se torna um pesadelo, mas essa pequena parte e as palavras como as suas me encorajam para realizar os meus sonhos dessa pequena parte, que ainda é o sonho da grande maioria da população, que é o que mais precisa. Então, eu quero lhe agradecer por essas palavras, que me ajudam e me fortalecem muito.

SR. VEREADOR GILBERTO BILÉO SOARES (PSDB): Vereador, eu acho que nós estamos num processo no Brasil de inclusão e a prova está aqui, a inclusão de vocês, a discussão política no debate democrático, fértil, no dia-a-dia na Câmara, participando da vida do Parlamento, os dois Vereadores têm participação efetiva.
Vocês, eu digo aqui e falo com a Esmeralda e com a Cida que estão sempre presentes no Plenário conosco, vocês são exemplo para tantas outras pessoas que sonham estar aqui, que bonito isso, que maravilhoso isso. E com relação ao Vereador Antonio F. Santos (O Politizador), eu vi as dificuldades estive in loco, eu quero testemunhar a favor dele, eu fiquei impressionado, ele tinha dificuldades, imagina 615 de diabetes. A vista estava turva, quer dizer é uma coisa impressionante e ficaram assacando inverdades, mentiras contra esse Vereador, dando risadas sem saber quando ele tinha dificuldade de ler.
Eu quero falar isso, faz muito tempo que está aqui para falar e hoje eu pedi autorização para o Vereador para falar. O Vereador me deixou a vontade, que o Vereador é humilde, ele não quer que a gente venha aqui e ficar elogiando não, mas a verdade tem que ser dita, Vereador Antonio F. Santos (O Politizador). O senhor é um bom Vereador, se posiciona bem, não é analfabeto não é por causa da vista, não enxergava, está com óculos treze de miopia o médico deu é uma coisa impressionante.
Graças a Deus é um excluído, que é um exemplo e exemplo também o Vereador Jairson V. dos Anjos (Canário) e outros aqui. Parabéns pelo que vocês representam e todos nós, para mim é um exemplo para ser seguido na minha luta do dia-a-dia, eu sempre lembro dos meus amigos, vocês são entre esses amigos que eu sempre estou lembrando, Vereador Jairson V. dos Anjos (Canário) e Vereador Antonio F. Santos (O Politizador), muito obrigado.
Eu ia falar sobre outros assuntos, mas não deu tempo, o ano eu vem não, semana que vem, quarta-feira estamos de volta.
Um abraço.
[palmas]

 

Copyright (c) 2009 - www.bileosoares.com.br - Todos os direitos reservados