Discurso


26/10/2009

 

64a Reunião Ordinária, realizada aos 26 de outubro de 2009

 

SR. VEREADOR GILBERTO BILÉO SOARES (PSDB): Vereador, um aparte, por favor?

SR. VEREADOR JAIRSON V. DOS ANJOS (CANÁRIO): Só para completar, que o processo de tirar tanto os mendigos da rua, quanto fechar algumas coisas aí, de prostíbulos, que nós deveríamos ter um projeto social na cidade, que não dava só para tirar e dizer: “Limpou o Centro”. É um processo mais longo, é um processo, nessa questão dos mendigos, que nós temos que trabalho com um processo mais longo, mas dando oportunidade para essas pessoas.
Vereador Gilberto Biléo Soares.

SR. VEREADOR GILBERTO BILÉO SOARES (PSDB): Vereador, eu gostaria de fazer coro às suas observações pertinentes, oportunas, não é?
Quero dizer que estarei presente nesta reunião, eu acho que é fundamental antes de você lacrar, conversar, buscar alternativas efetivamente.
Então, eu gostaria de dizer que estaremos participando dessa discussão na quarta feira, para, na verdade, buscar os melhores caminhos, os caminhos que você entende que, na medida do possível, você dialogar, conversar com os donos de estabelecimentos comerciais, você pode buscar alternativas mais concretas, mais palpáveis e dirigir dúvidas eventualmente existentes e, na verdade, regularizar, porque é a maneira pela qual o município tem de participar desse contexto de segurança, regularizando bares e restaurantes, fechando obviamente casas de prostituição que recrutam meninas e meninos em tenra idade, a questão de postos de combustível, na verdade, que acabam adulterando álcool e gasolina é uma maneira que o município de estar participando aí e juntamente com o Governo do Estado e com a União, para que a gente tenha mais qualidade de vida e, sobretudo, mais segurança.
Agora, que não pode haver é exagero ou discriminação e a gente não vai admitir esse tipo de coisa. Eu acho que a coisa está encaminhando bem, mas na verdade quando houve distorções, a gente tem que estar presente e mostrar que a Casa Legislativa está apontando os melhores caminhos.
Obrigado, Vereador.

SR. VEREADOR GILBERTO BILÉO SOARES (PSDB): Sr. Presidente tucano, Vereador Valdir Terrazan, Srs. Vereadores presentes, distinto público aqui presente nas galerias do Plenário da Câmara Municipal de Campinas, telespectadores [falha no áudio]
Atenção que assumo essa tribuna hoje para dizer que na segunda feira juntamente com o Vereador Dr. Dário G. Saadi estivemos acompanhando o Ministro da Saúde, Dr. Temporão, que esteve aqui em Campinas para implementar, implantar o Projeto Saúde do Homem.
Uma lei da autoria do Vereador Dr. Dário G. Saadi e desse Vereador que visa, na essência, inserir o homem naquilo que lhe é mais precioso na luta pela sua vida. O homem não vai mais precisar do toque da mulher para procurar o médico, agora ele vai ter uma lei, um projeto implementado pelo Prefeito, implantado pelo Ministro, aqui em Campinas, no Hospital Ouro Verde, em mais uma Legislação na linha da promoção de ações educativas, de orientações de toda a ordem, abrindo o Hospital Ouro Verde para que o homem possa, na verdade, mudar dados estatísticos que apontam o seguinte caminho: A mulher vive 7.6 anos, em média, mais que o homem. De cada cinco adultos que morrem, quatro são homens e por uma série de situações.
Quer dizer, então, esse projeto de nossa autoria, do Vereador Dr. Dário G. Saadi e deste Vereador, ele, na verdade, busca o encaminho extremamente importante, que é esclarecer, elucidar e debelar a ignorância e o preconceito arraigados no comportamento, Vereador Tadeu Marcos e Vereador Sellin, no comportamento e na cultura masculina. Não é possível, o verdadeiro homem é que aquele que faz exame de próstata.
Então, é importante a gente realçar e destacar isso. Que é fundamental trabalharmos nesta direção, mostrarmos ao homem que esse bem precioso, a vida, que o homem, a participação dele é fundamental no seio da sociedade, como chefe de família e etc.
Esse projeto nasceu um pouco, Vereador Dr. Dário G. Saadi, quando eu estava em Brasília ainda, e com conversando com dois colegas do alto escalão do Congresso Nacional dizia que iria fazer exame de próstata, e esses dois colegas me disseram em alto e bom som que prefeririam a morte a fazer o exame de próstata, o exame de toque.
Então, está na hora de acabar com essa babaquice, com essa ignorância, com esse preconceito, com essa besteira, e assim sendo teremos uma vida mais longa.
Por que, na verdade, esse projeto de nossa autoria, ele permeia todo o espectro da população masculina, no que diz respeito, no que tange exatamente à doença, mas ele dá ênfase onde há mais preconceito, ou seja, no sistema urinário e no sistema reprodutor.
Com a palavra Vereador, Dr. Dário G. Saadi.

SR. VEREADOR DR. DÁRIO G. SAADI (DEM): Obrigado, Vereador Gilberto Biléo Soares.
Primeiro eu queria dizer que tive oportunidade de assinar esse projeto e fazer junto com o senhor, que a iniciativa foi do nobre Vereador Gilberto Biléo Soares, que teve a vontade política de transformar essa questão de atenção ao homem num Projeto de Lei e veio encaminhando junto com a iniciativa do Ministério a Saúde.
Então, quando o Ministério da Saúde vem lançar o Programa Nacional de Saúde do Homem, em Campinas, Campinas já tem uma lei aprovada que implanta a saúde do homem, Campinas já tem uma lei aprovada que implanta o programa que implanta o Programa Saúde do Homem no município.
Então, duas questões encaminharam concomitantemente e tiveram sucesso, porque hoje o programa é uma realidade, como o senhor bem colocou, trabalha a questão do preconceito, trabalha a questão de mudança de cultura, mas trabalha também o treinamento dos médicos no centro de saúde, para poderem realizar o exame de próstata no centro de saúde, e cria uma estrutura para dar o tratamento até casos cirúrgicos mais complexos e caso de radioterapia. Por isso que o programa dá uma atenção integral, não adianta só fazer uma campanha, os homens vão fazer o exame, têm diagnóstico de câncer de próstata, por exemplo, e não tenha sequência o tratamento.

SR. VEREADOR GILBERTO BILÉO SOARES (PSDB): Tem que ir a campo, não é?

SR. VEREADOR DR. DÁRIO G. SAADI (DEM): Esse programa trata de todos os aspectos, desde o aspecto de mudança de cultura, de conscientização, atendimento no centro de saúde e até o atendimento final, caso eventualmente seja necessário.
Então, eu quero parabenizar o Vereador Gilberto Biléo Soares, que teve a iniciativa, foi o grande motor dessa ideia e que a partir de agora já é realidade Campinas.
Parabéns, Vereador.

SR. VEREADOR GILBERTO BILÉO SOARES (PSDB): Não tenha dúvida, Vereador, o senhor que deu o tomo técnico desse projeto e o senhor fala da nossa emoção, quer dizer, que na verdade, junto com V.Exa. elaborado esse projeto, que é um projeto que hoje é uma realidade, é uma lei no município, e ele visa, na verdade, é muito importante destacar, levar os médicos também às praças públicas, Largo da Catedral, Largo do Rosário, para que eles possam estar conversando com a população, fazendo exames, quer dizer, de toda ordem, dentro do espectro das doenças atinentes à população masculina, que o médico vá a campo, como também receber o doente, que dizer, dizer que é importante isso, que a participação do homem é fundamental, que só assim nós vamos melhorar os dados estatísticos e vamos ter uma vida mais longa. Com simpósios, seminários, palestras, com o apoio da sociedade civil organizada, da comunidade médica, da classe política, do Poder Executivo, do Poder Judiciário; enfim, todos nós juntos haveremos de mudar essa história.
Não é possível mais você chegar num posto de saúde, num centro de saúde, e verificar que esse sistema de saúde está preparado para a mulher e para a criança, não está preparado para o homem.
Então, acho que esse projeto tem esse encaminhamento de mudar esse tipo de coisa que graça hoje em todos os centros e postos de saúde do Brasil.
Então, hoje temos a lei, temos a boa vontade do Prefeito, a boa vontade do Ministro, é uma política nacional e falta agora na promoção nós nos envolveremos nos preocuparmos um pouco mais com a questão da saúde e, sobretudo, com a questão da saúde do homem.
Eu quero também, aproveitando esses minutos que me restam, enaltecer a composição do Bloco PTB, PC do B, dois partidos históricos, cujos representantes são representantes não menos históricos, representantes que têm um trabalho nessa Casa há muito tempo, decanos, digamos assim, da Câmara dos Vereadores. Eu acho que isso é muito bom, é mais um bloco que está aqui para debater, discutir política de uma maneira altiva e democrática.
Em nome da liderança do PSDB, acolher com os braços abertos e do fundo do coração esse novo bloco que vai aqui buscar seguramente os melhores contornos, os melhores caminhos, para a política do município.
E por último eu quero dizer que precisamos também nos preocupar com a questão da arborização da cidade, uma questão técnica do DPJ, tem uma fila muito grande hoje, Campinas inteira soube. Eu estava na minha casa, por volta de 16h30, de uma segunda feira, quando eu vi uma árvore gigantesca caindo na minha casa, parecia mais um polvo com seus tentáculos, não é? A copa da árvore bateu no telhado, e felizmente não houve incidentes e acidentes e de pronto houve a corrida do DPJ, do Diretor da Macro Regional Leste.
Todavia é uma preocupação muito grande, que eu quero voltar a falar sobre isso, nós precisamos buscar uma alternativa, Vereador Arly de Lara, para que não tenhamos vítimas no futuro, no que diz respeito a quando existe um vendaval, uma rajada de vento, uma tempestade em Campinas, eu estou muito preocupado com isso. Nós precisamos buscar efetivamente uma alternativa a isso.
E como está findando o meu tempo, o tempo da nossa liderança, eu vou voltar a essa discussão na próxima semana ou na quarta feira, quando vamos ter aqui mais uma sessão da Câmara Municipal de Campinas.
Muito obrigado e mais uma vez saudar o novo bloco.
Obrigado.

 

Copyright (c) 2009 - www.bileosoares.com.br - Todos os direitos reservados