Discurso


19/10/2009

 

62a Reunião Ordinária, realizada aos 19 de outubro de 2009

 

SR. VEREADOR GILBERTO BILÉO SOARES (PSDB): Sr. Presidente, Vereador Francisco Sellin; Dra. Denise; Dr. Cármino, meu dileto amigo; Srs. Vereadores; distinto e seleto público presente; telespectadores da TV Câmara.
É com muita satisfação e com muita emoção que estou aqui hoje, falando da atividade, das atividades: “Para falar ao vento bastam palavras, mas para falar ao coração são necessárias obras e atividade que constrói efetivamente essas obras é a atividade médica”.
Tive um exemplo durante muitos anos, meu pai Ortopedista, Dr. Gilberto Soares, meu irmão médico, muito familiares médicos, e pude observar o cotidiano do médico, médico 24, médico diuturno, trabalhando. Tendo cuidado nos seus gestos, nas suas expressões faciais, pisando sempre em ovos, para dar a boa ou a má noticia.
Eu, Vereador Dr. Dário G. Saadi e Vereador Pedro Serafim, passei por momentos desses, quando recebi a noticia de que estava com câncer. E recebi essa noticia com carinho que deve nortear e a ternura que deve conduzir e guiar o bom médico, que me encheu de energia, que me encheu de brio, que me fez descruzar os braços, chegar para a minha família e dizer: “Vamos à luta, porque vamos obter sucesso”.
E hoje eu digo a vocês, que depois de quatro anos de luta, com a ajuda de vários médicos, aqui estão o Vereador Dr. Dário G. Saadi; meu médico, Dr. Murilo, meu médico e tantos outros médicos, que graças aos bons conselhos, aos conselhos retos e os sentimentos puros dos médicos de Campinas, de São Paulo, e as boas orientações, estou aqui, Vereador, com vocês, falando dessa profissão, cujo patrono é São Lucas, patrono dos médicos, que era pintor, músico e etc.
Para dizer, evangelista, para dizer, em alto e bom som: “Se tivesse a capacidade - que como dizia o grande Professor Emérito em Direito Penal, o Penalista Carrara - de auscultar as profissões humanas, eu diria em alto e bom som, que o médico, na verdade, é a verdadeira profissão, porque lida com o bem mais precioso que todos nós temos a vida”.
Muito obrigado, companheiros.
[palmas]

SR. VEREADOR GILBERTO BILÉO SOARES (PSDB): Sr. Vereador, o senhor pode ter certeza que nós seríamos o primeiro a lutar pelas suas prerrogativas, jamais estaríamos aqui alfinetando ninguém e sinalizando contra ninguém. Eu gostaria de deixar bem claro, que como disse o Vereador Artur Orsi--

SR. VEREADOR ANTONIO F. SANTOS (O POLITIZADOR) (PMN): Sr. Vereador, o senhor não pediu aparte.

SR. VEREADOR GILBERTO BILÉO SOARES (PSDB): Eu pedi sim senhor.

SR. VEREADOR ANTONIO F. SANTOS (O POLITIZADOR) (PMN): Não o senhor não pediu não.

SR. VEREADOR GILBERTO BILÉO SOARES (PSDB): O senhor me concede um aparte, senhor gentil Vereador Antonio F. Santos (O Politizador)?

SR. VEREADOR ANTONIO F. SANTOS (O POLITIZADOR) (PMN): Um minuto.

SR. VEREADOR GILBERTO BILÉO SOARES (PSDB): Muito obrigado.
Voltando a minha fala, o senhor falou nessa Tribuna que estava sendo alvejado por companheiros partidários e estava respondendo na Justiça e nem por isso a Bancada do PSDB esteve aqui para espezinhá-lo e achincalhá-lo, muito pelo contrário estaríamos aqui para defender suas prerrogativas.
Então, essas acusações não foi transitado em julgado em Primeira Instância, cabem outros recursos, existem outros Partidos envolvidos nisso, é uma questão que se deu a mais, essa seria a acusação. Eu gostaria de deixar claro o nosso descontentamento--

SR. PRIMEIRO VICE-PRESIDENTE VEREADOR VALDIR TERRAZAN (PSDB): Mais um minuto.

SR. VEREADOR GILBERTO BILÉO SOARES (PSDB): --com o pronunciamento de V. Exa. Sr. Vereador Antonio F. Santos (O Politizador).
Muito obrigado.

SR. VEREADOR GILBERTO BILÉO SOARES (PSDB): É reforçar exatamente a sinalização do Presidente PSDB, o grandioso trabalho que o senhor desenvolve na região. Dizer que a lombada é uma ferramenta de prevenção, é fundamental e que nós estamos acompanhando o senhor nessa luta, nessa empreitada.
E aproveitar sua influência junto ao Gerson Bittencourt, eu já falei com o Vereador Josias Lech, tem uma denuncia do Roberto Bilheteiro que foi maltratado, porque o cobrador não deixou embarcar no ônibus, inclusive da linha 163, carro prefixo 1722. O Roberto tomou outro carro que vinha a seguir na linha 153, ao chegar no Terminal Central, o Roberto deparou-se com o cobrador da linha anterior 163, que o ofendeu dizendo: “Além de você se arrastar estava dirigindo muito”.
O Roberto está aqui eu conheço o Roberto a muito tempo da cidade e conheço muito o Secretário de Transporte, que é um cara ético, digno, ileso, eu gostaria de fazer um ofício que o senhor e o Vereador Josias Lech, e o Vereador Ângelo Barreto, encaminhasse a solicitação do Roberto Bilheteiro.
Obrigado.

 

Copyright (c) 2009 - www.bileosoares.com.br - Todos os direitos reservados