Discurso


09/03/2009

 

10a Reunião Ordinária, realizada aos 09 de março de 2009

 

SR. VEREADOR GILBERTO BILÉO SOARES (PSDB): Sr. Presidente.

SR. PRESIDENTE VEREADOR AURÉLIO J. CLÁUDIO (PDT): Com a palavra o Vereador Gilberto Biléo Soares.

SR. VEREADOR GILBERTO BILÉO SOARES (PSDB): Sr. presidente, Sra. vereadora Leonice da Paz, Srs. vereadores, distinto público presente hoje aqui neste Plenário, telespectadores da TV Câmara. Este mês é o mês de mulher, por que não dizer o ano de mulher? Nós entendemos que a mulher é festejada e cortejada pela sua competência e sua exuberância todos os dias. E, hoje, ao longo deste mês comemorativo, o PSDB Mulher está aqui presente, distribuindo rosas, e distribuindo uma cartilha, que diz o seguinte: “Diga não à violência contra as mulheres”. A violência física, a violência sexual, a violência moral, a violência patrimonial, a violência psicológica. Então é fundamental destacar que, dentro do nosso Partido, nós temos um grupo, um núcleo político de mulheres e, que em nível de Brasil, nós temos o secretariado da mulher. Aqui hoje estão presentes a Isabel que é coordenadora, a Ana, entre outras companheiras tucanas que fazem, na verdade, a política da mulher no PSDB.
Como todo mundo sabe, o Dia Internacional da Mulher foi instituído em 1910, na Dinamarca, em homenagem ao que ocorrera, na verdade, em 1587, numa fábrica têxtil, onde mulheres que lutavam e faziam uma greve por melhor qualidade de trabalho, por melhores salários, recebiam um terço dos salários dos homens. Essas mulheres acabaram sendo queimadas, 130 delas e houve por bem então esse dia ficar consagrado no coração do mundo, do universo na verdade, como o dia da luta pela igualdade. E a mulher, ao longo desse período, só teve conquista. Se você pegar no começo do século passado as mulheres européias já queriam trabalhar, já lutavam pelo divórcio. Depois nós tivemos as duas grandes guerras mundiais quando os homens eram recrutados para o trabalho, vereador Josias Lech, as mulheres ocupavam postos mais diferenciados e começávamos a ver como era tranquilo o trabalho da mulher. Como a mulher tinha uma qualidade que diferenciava do homem, essa qualidade feminina, na verdade, que é uma qualidade só dela, que ela sabe o que quer, que ela é organizada, que ela é solidária, que ela é competente, que ela sabe planejar e que ela tem várias funções, múltiplas funções. E lá na Primeira Guerra Mundial, na Segunda Guerra Mundial, permeando também a Depressão de 29, porque as crises econômicas as mulheres também participavam no sentido de ajudar efetivamente no complemento salarial da família e etc. Então, a mulher sempre esteve presente. Ocorre que, nos últimos 50 anos, apareceu surgiu o movimento feminista, movimento importante que a princípio quis ocupar o lugar do homem, mas acabou virando até parodia, porque na verdade a mulher não precisa ocupar o lugar de ninguém, ela tem efetivamente o seu campo fecundo e fértil, ela tem o seu lugar. E ela nos ensinou, nós homens, a compartilhar, compartilhar mais com os filhos, Vereador Antonio Flôres, compartilhar mais com os filhos que é importante, compartilhar mais nos trabalhos domésticos. Eu não vou ousar a falar o que nós ensinamos às mulheres, mas eu quero dizer o que nós aprendemos com as mulheres. Então, na verdade, com tudo o que aconteceu nesse cenário nos últimos anos, a mulher é extremamente diferenciada, a mulher faz parte do contexto. E a mulher desenvolve em todos os campos com muita desenvoltura suas aptidões e desenvolve um trabalho duplo. É mãe, é companheira, é amiga e também trabalha e trabalha com competência, porque é muito organizada. Então, no dia de hoje, neste mês, nós queríamos então, prestar homenagem a essas mulheres, essas mulheres maravilhosas que encantam o nosso mundo. Então, homens e mulheres, cada qual com o seu espaço.
A participação na política é importante, porque a participação decisória dos momentos capitais que indicam os melhores caminhos para uma comunidade, para uma sociedade. Mas também temos outras preocupações e as mulheres precisam efetivamente estar envolvidas dentro desse contexto. Por isso gente, vamos comemorar todos os dias, vereador Ângelo Barreto, o dia das mulheres. Essas mulheres que estão mais organizadas e dão exemplo de trabalho, de sobriedade, de inteligência, como intelectuais, como donas de casa, enfim, essas múltiplas opções, essas múltiplas alternativas que a mulher carrega consigo acabam transformando a nossa sociedade plural, multipartidária, pluralista, porque tem a presença efetivamente da mulher que faz esse trabalho dos mais diferenciados.
Então, eu quero dizer que o nosso coração, hoje, está mais feliz por estar presente aqui nessa Tribuna e falar da mulher e falar do homem e falar do homem e da mulher é falar realmente da família. E isso é muito importante, nós deixarmos claro aqui nesse momento. Então, eu gostaria de enaltecer, destacar, sublinhar a presença das mulheres aqui, o PSDB Mulher, as assessoras que aqui estão que trabalham, que se envolvem nos problemas do dia-a-dia e que encantam a tudo e a todos. O Vittorio Foa dizia que a maior revolução que nós tivemos no século passado não foi a revolução tecnológica, não foram as revoluções que passaram por aquele século, mas foi a revolução feminina. Ontem mesmo eu li uma reportagem no Correio Popular, que acenava com a possibilidade de mulheres pioneiras em Campinas. E lá vi pessoas que passaram por nossa vida e que convive em Campinas hoje, como a Rosina Simalha, como a Angélica Sandoval que foram pioneiras. A Angélica Sandoval na Faculdade de Direito, a Rosina Simalha foi a primeira a entrar com uma ação de divórcio, a Solange Lepreri, quem não se lembra da Solange Lepreri do Armorial, que usou biquíni em 1948 no Tênis Clube e causou um alvoroço danado. Então é uma mulher revolucionária, a mulher mãe, amiga, essa mulher que nós queremos nos curvar aqui que nós queremos saudar aqui em nome do PSDB, em nome do deputados Carlos Sampaio, da deputada Célia Leão, do vice-presidente da Câmara dos Vereadores, vereador Valdir Terrazan, do vereador Artur Orsi e dizer que, realmente, é uma grande satisfação poder comemorar este dia das mulheres. E entendo que, com a presença e a participação de vocês mulheres aqui, nós vamos ter seguramente um mundo mais justo, mais solidário, mais fraterno, mais amigo, menos padronizado, menos convencional, onde as pessoas possam fazer valer as suas idéias e seus ideais.
Muito obrigado, um grande abraço e viva as mulheres.

SR. VEREADOR GILBERTO BILÉO SOARES (PSDB): Um aparte, Sr. vereador. Eu quero fazer coro às palavras do vereador Valdir Terrazan, me somar a esse plenário, que certamente iremos votar a favor do seu projeto. Na verdade, só de levantar, suscitar a discussão já é oportuno, se vai aprovar ou não já é uma outra discussão, agora vamos fazer força para que consigamos aprovar. Eu sou homem de clube, sou sócio de alguns clubes em Campinas e sei das dificuldades e dos problemas decorrentes da falta de salva-vidas ou, então, o guarda-vidas. Então, é fundamental o projeto importante, eu tenho certeza que o senhor vai poupar vidas com esse projeto, que seguramente irá virar lei, irá virar lei no nosso Município. Muito obrigado, Vereador, e parabéns pela iniciativa.

SR. VEREADOR GILBERTO BILÉO SOARES (PSDB): Um aparte, por favor?

SR. VEREADOR ÉLCIO BATISTA (PSB): Pois não, nobre Vereador.

SR. VEREADOR GILBERTO BILÉO SOARES (PSDB): Faço minhas as suas palavras, me somar aos seus esforços. Na verdade, eu estava discutindo com o vereador líder, Francisco Sellin, e com outros vereadores, se não me engano são sete casos e com três óbitos. Então, é fundamental, acho o que Governo está se preocupando com isso, nós vimos nos noticiários do Correio popular, mas é fundamental que a Câmara também volte seus olhos para essa questão, que é muito perigosa e, na verdade, nós precisamos tomar, urgentemente, uma solução. Então nós precisamos, na verdade, nesse momento estarmos preparados nesse sentido para darmos uma resposta à sociedade. Então, louvar sua iniciativa de ir à tribuna, de estar colocando essa preocupação, esse assunto à baila para que Campinas saiba da preocupação da Câmara, também, com relação ao carrapato estrela, a questão das capivaras e etc. É muito importante o seu pronunciamento e a gente está, também, se somando às suas preocupações, Sr. vereador. Muito obrigado.

SR. VEREADOR GILBERTO BILÉO SOARES (PSDB): Um aparte, Sr. Vereador?

SR. VEREADOR JAIRSON V. DOS ANJOS (CANÁRIO) (PT): Pois não, Vereador?

SR. VEREADOR GILBERTO BILÉO SOARES (PSDB): Seria ampliação ou uma nova escola?

SR. VEREADOR GILBERTO BILÉO SOARES (PSDB): Um aparte, Sr. Vereador?

SR. VEREADOR ARTUR ORSI (PSDB): Pois não, Vereador.

SR. VEREADOR GILBERTO BILÉO SOARES (PSDB): Estivemos na semana passada na Pedreira do Chapadão, Praça Maior, Dr. Ulysses Guimarães, e pudemos notar que essa praça não está à altura do Sr. Diretas, do homem da redemocratização do País, bem como não está também à altura da cidade de Campinas. O paralelepípedo foi tomado de assalto pelo mato, os banheiros estão pichados, há vazamentos, torneiras enferrujadas, colchões para as pessoas dormirem, cobertores, a escultura do Dr. Ulysses está danificada, as placas estão apagadas e as letras caindo, a ponte está quebrada, os bancos estão quebrados, os holofotes estão quebrados e enferrujados e, o que mais pare preocupa lá, na verdade, é água parada da lagoa. Falou-se agora a pouco em dengue e me preocupa muito, mais de 50% daquele lago está com a água parada. Então, muito preocupado eu estou porque é um foco do mosquito.
Então, é importante registrar isso daí. A nossa equipe esteve lá, os meus assessores e não encontramos inclusive um funcionário na Praça Maior. Então, eu queria registrar e apoiar seu discurso e sua iniciativa.

SR. VEREADOR GILBERTO BILÉO SOARES (PSDB): Um aparte, Vereador?

SR. VEREADOR ALBERTO FONSECA (PROF. ALBERTO) (DEM): Pois não.

SR. VEREADOR GILBERTO BILÉO SOARES (PSDB): Nessa esteira eu também gostaria de concordar com o senhor, dizer que não é uma questão meramente técnica, está na Justiça, a gente sempre sinaliza o equilíbrio dos poderes Legislativo, Executivo e Judiciário, então, não temos autonomia para tal. É uma moção descabida, nesse momento e não sei qual seria a alternativa para que pudéssemos adotar nesse momento, mas, na verdade, eu faço coro, também, ao senhor, ao vereador que me antecedeu, vereador Tucano Artur Orsi.
Muito obrigado.

SR. VEREADOR GILBERTO BILÉO SOARES (PSDB): Presidente em exercício, Tucano, Vereador Valdir Terrazan.

SR. PRIMEIRO VICE-PRESIDENTE VEREADOR VALDIR TERRAZAN (PSDB): Desculpa vereador, na verdade, por seis minutos em função do teto regimental.

SR. VEREADOR GILBERTO BILÉO SOARES (PSDB): Pois não. É tempo suficiente, Sr. vereador, Sr. Presidente Tucano em exercício, da Câmara Municipal nesse momento, Srs. vereadores presentes, distinto público presente, telespectadores da TV Câmara. Eu quero dizer que a nossa terra, vereador Artur Orsi e vereador Josias Lech, é uma terra muito pujante, cujo povo é civilizado, culto e de vanguarda, eu sempre falo isso, quer dizer, Campinas caminha muito pelas suas próprias pernas pela sua dimensão. Às vezes, você tem uma administração desastrosa, mas Campinas continua em pé, forte, pujante, vigorosa, com muita vitalidade. Então, na verdade, eu quero dizer que talvez o Prefeito Hélio, nesse século, de 2000 para cá, tenha sido o melhor Prefeito, mas nós já tivemos prefeitos melhores. Ele tem mais quatro anos para mostrar a que veio, para fazer uma boa administração e, por isso que estamos aqui também, para contribuir, para que a cidade tenha mais qualidade de vida, porque eu já falei em alto e bom som aqui, vereador Alberto Fonseca (Prof. Alberto), que a nossa posição de oposição, ela é inteligente, ela é consciente, ela é vigorosa, ela aponta os erros ao Sr. Prefeito por que tem que ser convencido,também, de seus acertos. É importante, vereador Antonio Santos (O Politizador), falar sempre e destacar sempre isso: Eu quero ser convencido dos acertos, porque a gente quer contribuir, por isso mesmo nós estivemos lá, na semana passada - já disse aqui na tribuna - na Praça Maior. Já falei, inclusive, no microfone de aparte, que a Praça Maior virou a Praça Menor, mas estivemos também na Lagoa do Taquaral. E, sábado, participei lá da Corrida da Lua, como assistente, da Corrida da Lua e fiquei lá conversando com as pessoas, estava lá na Praça Arautos da Paz.
Eu quero fazer loas à organização do evento, ao amigo Paulinho. Um evento que reuniu quatro mil pessoas, quatro mil participantes, diversos clubes, academias da cidade, muito importante, esporte também é saúde. Então, eu quero aproveitar esse ensejo e cumprimentar o Paulinho, amigo nosso, juntamente com o Secretário Gustavo, que esteve presente no evento. Mas a Lagoa do Taquaral é um símbolo da saúde, do esporte, da cultura, do lazer, é o tipo da confraternização dos povos de Campinas. Lá você encontra o branco, o negro, o japonês, o italiano, o homem, a mulher, o empresário, a empregada, você encontra todas as colorações políticas, mas a lagoa - eu repito - eu quero dizer aqui e registrar: está literalmente abandonada.
Então a função de contribuir com a cidade é chegar aqui do alto desta tribuna e denunciar isso. É preciso fazer alguma coisa. Não é possível continuar do jeito que está! Do outro lado o Lago do Café, também com as preocupações levantadas aqui pelo Líder do PSB, o vereador Élcio Batista, também encontra-se numa situação drástica. Então, o Lago do Café, ruim; Arautos da Paz, com dificuldades; Lagoa do Taquaral, abandonada; o kartódromo, parado; você vai do outro lado, o Teatro Castro Mendes: pichação por todos os lados; Centro de Convivência: goteiras, é um oceano de goteira, tem que entrar em barco. São os cartões-postais de Campinas, gente, nós precisamos trabalhar com o prefeito, precisamos trabalhar nessa direção. Nós temos tantos recursos, fala-se tanto aqui em verbas de cá, verbas de lá, não é possível que esses monumentos, como diz o Vereador Antonio Santos (O Politizador), também todos pichados. Então, o que a gente está querendo é que a Prefeitura volte seus olhos a esses patrimônios de Campinas, quer dizer, esses monumentos, esses lugares de lazer, de esporte, da saúde.
Enfim, quer dizer é importante a gente registrar, assinalar dentro desse Plenário, aqui nesse Plenário, na presença de pessoas que participam, que estão presentes, os telespectadores da TV Câmara, porque não é possível continuar desse jeito a Lagoa do Taquaral. Quantas pessoas freqüentam a Lagoa do Taquaral? O nosso pessoal foi lá e tem aqui duas folhas de reclamações. Vamos lá. Campo de futebol: aspecto de abandono, mato alto; quadra de basquete: faltam redes, as redes que tem estão rasgadas e estragadas; pista de bicicross: problema de segurança, não possui cerca, perigo de colisão entre transeuntes e ciclistas; banheiro: de um modo geral os banheiros se encontram em péssimas condições, sem vigia, sem papel de qualquer tipo, colchões repletos de areia; a concha acústica; o kartódromo: fechado. Eu sei que é uma questão da Justiça Eleitoral. Então, nós precisamos trabalhar nessa direção e a contribuição, na verdade, é trazer essa discussão aqui, dos cartões postais de Campinas que estão abandonados.
[palmas]

SR. VEREADOR GILBERTO BILÉO SOARES (PSDB): Não pode continuar assim minha gente! Não é possível! Então, por essas e outras eu peço que vocês visitem, porque a função nossa, vereador Vicente Carvalho (Vicente da UPA), é ir in loco. Eu cheguei lá, me apresentei: - algumas as pessoas não me conheciam –
“Oi Vereador Biléo, como é que vai?”

SR. PRIMEIRO VICE-PRESIDENTE VEREADOR VALDIR TERRAZAN (PSDB): Trinta segundos.

SR. VEREADOR GILBERTO BILÉO SOARES (PSDB): “Eu sou o vereador Biléo Soares, estou aqui para”... “Ô vereador Biléo, o senhor está aqui? Que coisa”. “Acontece isso? Falta segurança? Falta iluminação? A Guarda Municipal não está presente?”, então, é importante. Infelizmente eu queria falar mais, mas eu tenho mais 40 segundos. Então, é união de esforços aqui: a sociedade civil organizada, na pessoa da Cida, da Esmeralda, do Danilo, os Vereadores, quer dizer, o Prefeito... Nós precisamos unir esforços para dar um basta a esse abandono que se encontram os cartões postais de Campinas.
Muito obrigado.

 

Copyright (c) 2009 - www.bileosoares.com.br - Todos os direitos reservados